terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

A Realidade...


Há um chão que não sinto.

Um sonho que não piso.

E mesmo quando sorrio.

Minto.

Há uma mágoa escondida.

Que não tem motivo.

Que não tem sentido.

Mas que em mim permanece perdida.

Há um enorme vazio.

Que o meu coração grita.

Que as minhas mãos ocultam.

Que as pessoas não escutam.

É um desconforto.

Que não me deixa arriscar.

Que não me deixa correr.

Achar um porto.

E quando no silêncio.

Esta linhas escrevo, a medo.

Tenho um coração que palpita.

Num peito em segredo.



Mais um texto tao real...e que consegue descrever tao bem a realidade....obg!

3 comentários:

Gente comum disse...

Mas há quem sinta os teus passos; há quem se alegre com o teu sorriso, mesmmo que triste; e há quem sinta o palpitar do teu coração...
Podes não encontrar um porto, mas és, sem dúvida, aquele porto seguro que alguns precisam...

Um beijo

Rapazsemnome disse...

obrigada...

Gente comum disse...

sem agradecimentos... é o meu coração a falar.
E acrescento: há sempre AQUELE PORTO SEGURO à tua espera... e ESSE não desiste de ti, munca, pois não?

Beijo grande